* Uma nova declaração de amor *

Gente, como é difícil se declarar… ainda mais depois de mais de 4 anos. Eu queria escrever alguma coisa que nunca havia dito, uma coisa diferente, mas nesses 4 anos, o que já não foi dito? E o que já não foi sentido?

E percebi que declarações de amor não têm que ser diferentes, nem inéditas… porque o amor sempre vai ser amor, né?

Então… o que eu quero te dizer é que com o dia-a-dia a gente acaba esquecendo de dizer o quanto ama. Pior, acaba deixando o cansaço e o stress ser mais importante do que deixar transparecer todo o amor que a gente sente um pelo outro.

Mas o nosso amor é tão grande que sempre acha um espacinho.

Precisava dizer o quanto te amo. O quanto eu estou orgulhosa de você (você sabe porque). O quanto ontem foi importante para me encher de felicidade.

Obrigada por você estar sempre ao meu lado. Por me fazer feliz e por tudo, tudo mesmo.

Te amo demais.

Steph ઇઉ

Anúncios

O que eu esqueci…

É tão engraçado como a gente consegue lembrar das coisas no dia anterior e no dia mesmo em questão não lembra. Será problema de memória? Será sono? Será o benedito?

Então, hoje eu acordei e senti que as coisas estavam meio estranhas. Não sei, pode ser mesmo só o cansaço (não só de só pouquinha coisa, só de apenas isso mesmo, porque eu sei bem como o trabalho está te esgotando), mas minha insegurança simplesmente não me permitiu ficar tranquila até agora. Sei lá, sinto um friozinho na barriga, o coração apertado… Será que é muita frescura por nada? Não sei.. pode ser, mas um dia eu li por aí que as pessoas que sentem essas coisas é porque se importam de verdade e é tão importante que elas fazem de tudo para não perderem, sofrem antecipadamente, só de pensar que pode acontecer. Loucura mesmo, é um sentimento maior que a gente, bem difícil de explicar.

Tinha acabado de me despedir de você e lembrei que é hoje o dia de comemorarmos mais um mês… e me lembrei do porque fazemos questão de comemorar também os meses e não só os anos. Esses 3 anos e 8 meses têm sido de muita luta, né? Só a gente sabe tudo o que passou, lutou e suou para conquistar tudo que conquistamos. E tudo só foi possível pelo tamanho do amor que sentimos um pelo outro. Um amor indescritível e único. E, hoje, esse mês que se passou principalmente, deve ser mesmo comemorado por muitos motivos especiais. Nesse mês você esteve ao meu lado me dando todo o apoio e me tranquilizando. Nesse mês passamos o carnaval juntos, viajando e felizes e toda a felicidade se refletiu numa semana linda de céu azul e sol. Nesse mês reforçamos nosso amor um pelo outro, demonstrando tanto carinho (como há algum tempo a gente não fazia). Esse mês foi mesmo incrível!

Mas incrível mesmo é como no dia a dia nos deixamos esquecer dos momentos e a gente se esquece do nosso potinho de boas lembranças. E isso não é o pior. Pior é se apegar tanto aos pequenos defeitos… Sim, o dia a dia tem esse poder sobre nós: De apAgar os momentos e apEgar aos defeitos. E, por mais que essa constatação seja feita, como é difícil não se deixar levar… (E isso é o que a gente mais ouve dizer dos casados, ex-casados e afins.). Graças a Deus, esses 3 anos e 8 meses nos fizeram entender isso. Entender que sempre vão existir os dias em que simplesmente não deu pra não apegar e, o mais importante, entender que esses dias passam. Às vezes vêm como as tempestades e quando passam deixam uma bagunça por onde andaram. Mas a esperança de que dias melhores virão que se sente quando se vê os primeiros raios de sol… Ah… essa é infinitamente maior.

E, mesmo tendo esquecido… fico feliz por termos lembrado de tanta coisa importante pra gente!

Te amo hoje e sempre. Dando um passo de cada vez!

Steph ઇઉ

Um passo adiante

Voltando a escrever nossa história… (porque sinto que preciso muito guardar todos esses momentos, pra abri espaço para mais novos momentos a serem guardados com todo o carinho aqui.)

Faz tanto tempo que estou atrasada… São quase 3 anos juntos e apenas uns 6 meses de história escritos… acabei me perdendo no meio do caminho, e como já expliquei ali no post da ordem cronológica, eu sou muito #fail nisso… mas muito mesmo! Mas vamos pra um capítulo muito importante da nossa história:

Me lembro que estávamos completando 11 meses de namoro, e eu jurava que já fazia um ano, lembra? E, por mais que fossem apenas 11 MESES de namoro, parecia que já estávamos juntos há muitos e muitos anos. Você já me conhecia por inteiro, cada detalhe… dos olhares aos sorrisos e caras emburradas rs…

Agora, não me lembro bem COMO exatamente isso aconteceu e de ONDE saiu a idéia… Mas, um dia você chegou e me disse: ‘Que você acha de comprarmos um apartamento pra gente?’

E a minha resposta foi: ‘o_O – O que????? Você tá louco???’ Acho que isso foi o que TODO mundo pensou também! Afinal, eram apenas 11 meses de namoro, isso contando como namoro desde o primeiro dia que a gente se beijou… Tava indo tudo muito rápido! E eu fiquei com muito medo.

Então, você correu atrás, pesquisou diversos lugares e achou um que gostamos logo de cara. E fechamos o negócio em 1 semana. Sem pensar muito!

Confesso que foi a maior loucura que eu já fiz na minha vida! E confesso também que nunca me senti tão feliz de ter feito essa loucura e que agradeço por você ter me convencido disso, todos os dias.

Foi assim, 2 dias depois do nosso mêsversário de namoro de 11 meses, que assinamos o contrato para comprar nosso apartamento. E, demos um passo adiante no nosso namoro, que acabou virando um casamoro ou um namoramento.

Mais uma vez, eu preciso agradecer por você ter acreditado na gente sempre. Acreditado que a gente ia se fazer feliz e apostado tão alto. Por ter me encorajado a me arriscar mais. Por ter me dado apoio e amor pra eu me sentir segura nesse passo tão importante das nossas vidas. E por ter me dado a oportunidade de sentir essa sensação maravilhosa de escolher um lugar que fosse só NOSSO! De poder construir um novo sonho! Obrigada, Rafa! Por tudo de maravilhoso que você me proporcionou e me proporciona até hoje.

Em breve, cenas do próximo capítulo…

Steph ઇઉ

A viagem I

Então… vamos à continuação da história: A viagem I

Até onde eu me lembro (porque como já havia dito  – e nada mudou de lá pra cá, muito pelo contrário, só piorou – minha memória não me permite lembrar das coisas na ordem cronológica exata… mas lá vamos nós rsrs) não fazia muito tempo que estávamos namorando e fomos convidados para  ficar no sítio dos seus amigos.

E esta foi nossa primeira viagem juntos. Tudo combinado, malas prontas. Paramos na frente da casa do Leandro para seguí-lo até o sítio. Segunda paradinha para abastecer o carro. E pronto! Pé na estrada!

A noite foi caindo e a escuridão veio com ela. Seguimos caminho… e de repente aquele clarão veio junto ao barulho horrível de batida. E o susto foi tão grande que por um momento não deu pra entender o que tinha acontecido. Ouvimos o barulho que veio de um carro a frente ao do Leandro e algo voou rente ao carro dele, passou pelo nosso carro e caiu logo atrás.

Então, o carro da frente parou, o Leandro parou, paramos também. Todos atordoados com a situação. E, juro, nunca tinha passado por uma situação assim antes. Me deu muito medo, angústia…. fiquei sem saber o que fazer.

E eu fiquei ali. Perdida.

Até que, em meio a toda bagunça, você veio em minha direção com um olhar terno e os braços abertos para me acolher. E me deu um abraço tão reconfortante e disse bem baixinho: ‘Vai ficar tudo bem!’

E aquela sensação daquele dia eu nunca mais vou esquecer. A segurança, a proteção, o cuidado, o carinho… Aquele abraço… uma das melhores sensações que eu já senti.

Foi só um abraço… que eu espero que dure pela vida toda…

Steph ઇઉ

*2 e meio…*

Postando com atraso (só um pouquinho), MAS como aqui é nosso cantinho de lembranças, esse vídeo não pode faltar aqui:

Acho que ele resume bem toda a retrospectiva da nossa história que eu não consegui (ainda?!) colocar em textos.

Ficam as lembranças boas para encher os nossos potinhos de boas lembranças e dar forças para enfrentar mais muitos e muitos obstáculos que vem pela frente!

Steph ઇઉ

Recomeço

Perdi as contas de quantos rascunhos foram escritos tentando lembrar nossa história desde o começo. A verdade é que começamos do meio sem um enredo certo e tentando juntar uma bela história de amor a uma melodia que não combinava.

E estava tão claro que isso não ia dar certo… Voltando até aqui, percebi que eu já não sou mais a menina sonhadora e você não me chama mais de Ninja com a mesma frequência. E isso não é uma coisa ruim. Simplesmente seguimos o curso da vida e passamos adiante, amadurecemos, enfim.

E apesar de termos amadurecido cada um a sua maneira, ainda persistimos no sonho que tivemos quando tudo ainda era um conto de fadas. E, fato, foi difícil entender que a vida nunca seria como um deles. E mais  difícil ainda foi deixar de acreditar na bondade das pessoas e ver o quanto o mundo pode ser cruel.

Demorou, mas percebi que depois de tantos sorrisos desfeitos, tanta felicidade boicotada, o que eu deveria querer não era mais viver um conto de fadas e sim uma história de amor, com momentos felizes, tristes… e seja como for, viver intensamente cada capítulo dela.

Todo dia me prendo a tudo que construímos até aqui. Uma coisa que muita gente, hoje em dia, não consegue: construir um futuro juntos.

E então… percebi que vale muito mais recomeçar a história de amor do que esperar o “felizes para sempre”.

Te amo mais do que o coração achou que poderia amar…

Te amo hoje e sempre.

Steph ઇઉ

*Update: Esse texto foi escrito em maio de 2010… mas ele nunca saiu dos meus rascunhos escritos e reescritos e reeescritos… Mas hoje, esse texto pareceu tão atual, tão necessário… tão ‘tudo o que eu queria te dizer sobre tudo’*

Ordem cronológica FAIL

Passei alguns dias pensando e pensando em o que vem depois do primeiro beijo? E, sabe que eu já não sei mais a ordem cronológica das coisas que aconteceram na nossa história! (Ok, isso é típico de mim… mas me senti muito #fail)

Queria escrever sobre tudo que aconteceu, mas agora estou com medo de não lembrar da ordem das coisas e acabar estragando a história.

(Isso que dá não escrever logo… ¬¬)

Mesmo não me lembrando bem a ordem das coisas, vou escrevendo sobre fatos e acontecimentos importantes a medida que as lembranças vão aparecendo na mente… e segue a história de amor, que é o propósito do nosso blog, né? E, o Rafa me ajuda a ir lembrando de mais coisas e vamos fazendo um update de tudo.

Então… seguindo o raciocínio, próximo post: “A viagem I”!

Beijos da Steph ઇઉ

Todas as boas coisas do mundo…

Fiquei um bom tempo pensando no que escrever, só sabia que queria escrever. Sentia que precisava escrever.

Essas últimas semanas têm sido tão difíceis, sinto um vazio tão grande dentro de mim. Que saudades!

E então, abro meus potinhos de boas lembranças, na esperança de que algum pedacinho de mim volte a ser preenchido. Mas como disse Clarice Lispector ‘E ninguém é eu, e ninguém é você. Esta é a solidão.’ . Parece que nada pode preencher esse vazio… Não posso dizer que estou infeliz, nem mesmo sofrendo… Apenas me sinto desesperadamente ansiosa pra preencher esse espaço que você deixou aqui.

Mal posso esperar por sábado. Quero logo secar essas lágrimas que me despedaçam o coração. E sentir seu perfume, vindo de você e não apenas de uma lembrança minha.Deitar e ouvir seu coração batendo, no mesmo ritmo que o meu. E voltar a sonhar todas as noites com as conquistas que ainda estão por vir.

Poder ver seu sorriso, aquele que é só meu. E falar coisas no seu ouvido, te contar segredos e desejos… Matar a saudade dos seus abraços e sentir que nada mais de mal poderá me atingir. Beijar sua boca e me deliciar no doce dos seus beijos. Relembrar todos nossos momentos juntos e fazer tudo de novo e de novo. Cada beijo, cada abraço, cada suspiro, cada sorriso, cada sonho… Enfim, todas as coisas boas do mundo… que só você soube me fazer voltar a ver e sentir.

E, copiando Nando Reis: ‘Espero que o tempo passe / espero que a semana acabe / pra que eu possa te ver de novo / Espero que o tempo voe / e que você retorne / pra que eu possa te abraçar / e te beijar / de novo’.

Começando as contagens regressivas agora! Contagem regressiva para sua volta e para nosso primeiro ano juntos.

Que passe logo essa semana! (Posso dormir agora e acordar só no sábado?)

Te amo demais, meu amor.

Beijos da Steph ઇઉ

*** Pra você! ***

Amor,

Espero que você goste! A nossa música.

Beijos da Steph ઇઉ

*** Bateu saudade ***

Oi amor….

Fui pro Maranhão morrendo de saudades de você… e voltei com ainda mais saudade de você.

Hoje passei o dia todo olhando a fotinho do msn… que saudade.

Te amo demais, amor!

Saudades…

Contando os dias pra ter você aqui comigo de novo!

beijos da Steph ઇઉ

« Older entries