Archive for Histórias

A viagem I

Então… vamos à continuação da história: A viagem I

Até onde eu me lembro (porque como já havia dito  – e nada mudou de lá pra cá, muito pelo contrário, só piorou – minha memória não me permite lembrar das coisas na ordem cronológica exata… mas lá vamos nós rsrs) não fazia muito tempo que estávamos namorando e fomos convidados para  ficar no sítio dos seus amigos.

E esta foi nossa primeira viagem juntos. Tudo combinado, malas prontas. Paramos na frente da casa do Leandro para seguí-lo até o sítio. Segunda paradinha para abastecer o carro. E pronto! Pé na estrada!

A noite foi caindo e a escuridão veio com ela. Seguimos caminho… e de repente aquele clarão veio junto ao barulho horrível de batida. E o susto foi tão grande que por um momento não deu pra entender o que tinha acontecido. Ouvimos o barulho que veio de um carro a frente ao do Leandro e algo voou rente ao carro dele, passou pelo nosso carro e caiu logo atrás.

Então, o carro da frente parou, o Leandro parou, paramos também. Todos atordoados com a situação. E, juro, nunca tinha passado por uma situação assim antes. Me deu muito medo, angústia…. fiquei sem saber o que fazer.

E eu fiquei ali. Perdida.

Até que, em meio a toda bagunça, você veio em minha direção com um olhar terno e os braços abertos para me acolher. E me deu um abraço tão reconfortante e disse bem baixinho: ‘Vai ficar tudo bem!’

E aquela sensação daquele dia eu nunca mais vou esquecer. A segurança, a proteção, o cuidado, o carinho… Aquele abraço… uma das melhores sensações que eu já senti.

Foi só um abraço… que eu espero que dure pela vida toda…

Steph ઇઉ

Anúncios

*** Pra você! ***

Amor,

Espero que você goste! A nossa música.

Beijos da Steph ઇઉ

* Dia dos Namorados *

Enfim chegou!! O nosso primeiro dia dos namorados juntos!

E que dia mais especial. Desde a primeira hora do dia… rsrsrs

Desci no aeroporto nos primeiros minutos do dia 12… e quando te vi ali, me esperando na porta do desembarque senti uma felicidade tão grande… vontade de sair correndo e me jogar nos seus braços… sorri pra você (mas você não sorriu pra mim… não me reconheceu, nééééé? rsrsrsrs Isso que dá tanto tempo longe… namorada emagrece, pinta o cabelo… e… cadê a minha namorada??? rsrsrs).

E… o abraço que demos nesse reencontro teve o mesmo sentimento do nosso primeiro abraço. Corações batendo forte, sorrisos e olhos marejados. Que saudade que estávamos sentindo.

Pude sentir de novo o seu cheiro. E como isso me faz sentir segura, como se nada mais nesse mundo pudesse me ferir.

Foi um dia inesquecível. Cheio de sensações maravilhosas.

E, só de lembrar, os olhos voltam a marejar, desejando te abraçar de novo agora. Acho que desejando ter você aqui perto agora e pra sempre…

Beijos de uma pessoa que te ama demais Steph ઇઉ

O primeiro beijo…

Esse post foi um post de descobertas. Quando comecei a escrevê-lo queria descrever cada segundo do dia em que aconteceu nosso primeiro beijo. E não é que nesse meio tempo eu descobri muito mais coisas que aconteceram, muitos sentimentos e detalhes que eu não havia reparado? Mais ainda, percebi que marquei o dia do nosso primeiro encontro errado! (o_O – Como é que isso aconteceu?! hummmmmm pois é… acho que isso só valida ainda mais o post sobre memória curta, né?)

Enfim, depois de pesquisar (usei até o Google… ), cheguei até a data real do nosso aniversário de namoro! (É bizarro… mas estávamos 1 mês a frente… rsrssr ô pressa…. ) E, agora sim, vou poder escrever o post sobre nosso primeiro beijo.

Foi no dia 07 de julho (juLho rsrsrs) de 2008, numa noite fria típica de inverno. Finalmente, conseguimos marcar um dia para sair e bater um papo como queríamos há tempos. (Admito que a maioria das vezes eu mesma boicotei… talvez por não querer te dar esperanças de nada, já que eu havia acabado de levar uma bota, estava machucada e não estava MESMO nos meus planos me apaixonar por alguém.)

Você veio me buscar no trabalho. E, a sensação de te esperar ali foi tão diferente de tudo o que eu já senti. Era uma mistura de ansiedade e curiosidade. Curiosa pra ver como você estava (fisicamente mesmo! rsrsrs), pois fazia tanto tempo que não o via e fotos de msn e orkut são sempre suspeitas (Afinal, eu sou a rainha de modificar minhas fotos no meu melhor amigo Photoshop! rsrsrss). Ansiosa por te reencontrar depois de tanto tempo, e… o que você pensaria de mim?

“E você desceu do carro e me abraçou. Ainda consigo lembrar do seu perfume e daquele primeiro abraço.” Que abraço! E naquele momento, todas as barreiras que eu havia construido desabaram, com um só golpe. E dava pra ver no seu sorriso, no seu olhar que você sentia a mesma coisa que eu. Fomos conversando até o Bar Favela (do ladinho aqui de onde trabalho). Eu estava nervosa, tímida…. resolvi beber uns chopps pra dar aquela desinibida. (algumas decisões minhas definitivamente são #FAIL)

Chopp vai, Chopp vem, “Sai uma porção de fritas, por favor”. Umas 10 idas ao banheiro…  E nesse meio tempo você foi tão simpático, perfeito… como se já tivesse lido meu manual de instruções e entendido todas as minhas necessidades. Eu queria te abraçar… ahhhh eu queria mesmo que você me abraçasse e me beijasse. Mas, a essa altura eu já estava a menina mais alegrinha do mundo, toda cheia da graça e desinibição que alguém pode ter.

Dava pra ver nos seus olhos que você queria me abraçar e me beijar, como eu queria que você me abraçasse e beijasse. Mas, tinha alguma coisa que não estava certa. E você disse: “Garçom, leva esse copo e traz uma Coca Cola pra ela”.

Ai, que situação…. rsrsrs

Algumas Coca Colas depois, nos aproximamos na mesa, ainda conversando sobre tudo o que lembrávamos do colégio. (Impressionante como 3 anos rendem histórias pra uma vida inteira.) E então, você finalmente me deu o abraço e o beijo que eu tanto queria. E que beijo. Do tipo: Para o mundo!!!!  E o mundo poderia mesmo ter acabado ali naquele momento. Foi tudo tão perfeito. Um turbilhão de sentimentos vindo com velocidade máxima e eu não era capaz de pensar em mais nada além de estar ali, naquele beijo.

Depois, descobri o quanto você esperou por aquele momento. Foram pelo menos 7 anos de espera. Mas aí, essa é uma história que você deveria contar, né? 😛

E dentre tudo o que aconteceu com a gente, existe apenas uma coisa que se mantém exatamente igual ao dia do primeiro beijo. Nossos beijos. Todo dia parece que é o primeiro beijo. A mesma sensação, a mesma vontade, mas o amor cada dia maior.

Assim como espero diversos potinhos de felicidade cheios, desejo que a gente tenha primeiros beijos pra sempre.

Te amo demais.

Beijos da Steph ઇઉ

À primeira vista?

A primeira vez que te vi foi aos 15 anos. A gente tinha acabado de passar no vestibulinho para estudar na E.T.E. Admito que não me lembro bem, nem me lembro de muita coisa que tenhamos feito juntos nessa época de colégio. Me lembro que era muito comum ouvir seu apelido (pois é… eu nem sabia direito seu nome… até um ano e pouco atrás eu não sabia mesmo… rsrsrs), principalmente nas aulas de educação física, as meninas comentavam muito. (aliás… você estava toda hora em aula de educação física… rsrrsrss)

E, é curioso. Mas em 3 anos de colégio, nunca chegamos a criar uma grande amizade. Mesmo tendo amigos em comum.

Então nos formamos e cada um foi pro seu lado. Fazer faculdade, trabalhar, viajar… E nisso 5 anos se passaram, cada um com a sua vida.

E em abril de 2008, um “Parabéns!” no Orkut de um amigo nosso fez com que a gente se reencontrasse. Recebi um scrap seu, me adicionando, me perguntando como estava, quanto tempo! E começava uma boa amizade.

Algum tempo depois, te chamei pra sair. Tomei coragem e te mandei um sms. Mas você estava na praia e nem me deu bola! rsrsrsrs

Na outra semana, foi sua vez de me chamar. E combinamos às 18:00h na frente do prédio onde trabalho. Me lembro que você se atrasou um pouco e me disse que você era atrasado por natureza, pra eu não ligar. E você desceu do carro e me abraçou. Ainda consigo lembrar do seu perfume e daquele primeiro abraço.

Sim, nosso amor não foi uma paixão arrebatadora à primeira vista. Mas foi amor ao primeiro reencontro!! Logo no primeiro abraço já não consegui mais fazer meus olhos pararem de brilhar pra você.

Logo Favela

Primeiro lugar que a gente foi. Onde aconteceu o primeiro beijo!

E que venham mais muitos e muitos anos de olhos brilhantes e potinhos de felicidade!

Te amo

Beijos da Steph ઇઉ